MusicMonday : Talking Heads

(Oi, faz tempo que eu não posto aqui. E não, eu não morri. Apesar das tentativas. Agora largue essa faca.)

Bem, hoje é segunda, dia de se arrepender de ter comido aquele coxão duro mal passado no domingo (metaforicamente falando). E dia de Music Monday! Twitter, a gente vê por aqui!

Talking Heads. Pra quem não conhece, a banda do lendário David Byrne relampejava sucessos, enquanto aqui ouvíamos Roberto Carlos ou algo que o valha.

Essa é pra nerdalhada soltar a franga.

A música, se interessa, chama “Burning Down the House”, e toca no final do Piratas do Vale do Silício.

Coldplay – A Conspiração

chris-martin

Aqui estou eu, em casa, sem nada pra fazer, quando resolvo – porque não – tocar um violãozinho. Pego meu Di Giorgio Estudante n° 18 e sento tranquilamente no computador para procurar algumas cifras. Minha escolha : Coldplay.  Palheta vai, palheta vem, comecei a notar uma coisa estranha sobre a banda:

Chris Martin e seus tem uma relação conspiratória subliminar com O Guia do Mochileiro das Galáxias. Isso mesmo! Tudo bem que não é tão subliminar assim – qualquer fã mais atento e/ou inteligente perceberia isso logo. Mas como não achei nenhuma matéria esclarecendo o assunto, aí vai:

  1. A primeira faixa do seu primeiro álbum, Parachutes, chama-se Don’t Panic, frase encontrada também na capa d’O Guia.
  2. A quarta faixa de seu quarto álbum, Viva la Vida (que, aliás, tem como capa o quadro “A Liberdade Guiando o Povo”, de Delacroix) chama-se 42 – de acordo com o livro, a resposta para a pergunta fundamental sobre a Vida, o Universo e Tudo Mais.
  3. Essa é um pouco mais difícil de engolir, mas dizem que eles controlam a duração dos álbuns para que a mesma fique abaixo de 42 minutos.

Não vou nem dormir hoje. :O

Mais algumas curiosidades sobre o Colplay aqui.

Dessa vez vai ser diferente.

Ok, a abordagem da Apple em relação a Microsoft já ficou até meio infantil.

BUT ME LIKES IT.

Mais OWNAGE aqui.

🙂

Tem algo estranho na sua vizinhança?

Você já sabe pra quem ligar.

Letra:
If there’s somethin’ strange in your neighborhood
Who you gonna call (Ghostbusters)
If there’s somethin’ weird and it don’t look good
Who you gonna call (Ghostbusters)

I ain’t afraid of no ghost
I ain’t afraid of no ghost

If you’re seein’ things runnin’ through your head
Who you gonna call (Ghostbusters)
An invisible man sleepin’ in your bed, oh Who you gonna call (Ghostbusters)

I ain’t afraid of no ghost
I ain’t afraid of no ghost

Who you gonna call (Ghostbusters)
If you’re all alone, pick up the phone And call (Ghostbusters)

I ain’t afraid of no ghost
I hear it likes the girls
I ain’t afraid of no ghost
Yeah, yeah, yeah, yeah

Who you gonna call (Ghostbusters)
Mmm, if you’ve had dose of a freaky ghost, baby
You’d better call (Ghostbusters), oh

Let me tell you somethin’
Bustin’ makes me feel good

I ain’t afraid of no ghost
I ain’t afraid of no ghost

Don’t get caught alone, oh, no (Ghostbusters)
When it comes through your door, unless you just want some more
I think you better call (Ghostbusters), oh

Who you gonna call (Ghostbusters)
Who you gonna call (Ghostbusters)
I think you better (Ghostbusters), ha-ha
Who you gonna call (Ghostbusters), I can’t hear you

Who you gonna call (Ghostbusters)
Louder (Ghostbusters)
Who you gonna call (Ghostbusters)
Who can you call (Ghostbusters)

[Via Byte Que Eu Gosto]

Badalando com o Windows 7

A Microsoft, para criar um hype em torno do lançamento do seu novo sistema operacional, vem promovendo uma série de coquetéis, baladinhas e eventos em geral, que envolvem principalmente blogueiros e personalidades influentes na rede.

E, acredite seu quiser, ela sugere que você faça sua própria festinha caseira. Isso mesmo. Uma festa em torno da instalação de um sistema operacional. Diversão garantida. E, como não poderia deixar de ser, alguém teve o bom senso de fazer a piada.

Vídeo do Gizmodo

UPDATE :

Eu diria que é uma sátira, mas a publicidade da Microsoft é tão escrota ingênua que tudo indica que este é o vídeo-tutorial oficial mermo:

EPIC FAIL

Vaidade

“Vaidade é e será o desejo de atrair a admiração das outras pessoas. Uma pessoa vaidosa cria uma imagem pessoal para transmitir aos outros, com o objetivo de ser admirada. Mostra com extravagância seus pontos positivos e esconde seus pontos negativos.”

Coincidência ou não, o sétimo pecado capital coincide muito com o perfil do sétimo sistema operacional lançado pela gigante de Redmond. Não entendeu?

A Microsoft não dá a mínima pra você até você resolver que o Snow Leopard é melhor que o Vista. Às vezes nem assim. Monopólio é uma coisa feia, muito feia.

A cara da inovação

iMac

Nossa tão querida companhia de Infinite Loop, Cupertino, lançou nesta terça feira, 20, novos Macs. Pra quem já viu, não precisa falar muita coisa. Pra quem não viu, cliquem lá e babem. Mas babem mesmo.

http://www.apple.com

Lembrando que o Macbook branquinho está custando só 999 obametas e o dólar está baixo. Minha poupança para a faculdade corre risco de vida.

CORRÃO